Marque Connosco
Veterinários Sobre Rodas
Coprofagia em cães

A coprofagia no cão é o nome científico que se dá ao comportamento que o leva a ingerir as suas próprias fezes ou mesmo as de outros cães e gatos. É um fenómeno, ainda que estranho para os tutores, algo comum.

Vários são os motivos que levam o seu cão a ingerir fezes, sendo que podem estar relacionados com problemas nutricionais, gastrointestinais ou até comportamentais. 

 

O meu cão come cocó e agora?

Se o seu cão ingere fezes, não desespere. Há motivos que o levam a ter este comportamento e que podem ser evitados. Para isso, é importante perceber o que leva o nosso cão a ter este comportamento. 

Embora a ingestão de fezes seja um ato repulsivo para a sensibilidade humana, não é tão mau do ponto de vista canino. Quando ocorre em cachorros, a coprofagia é considerada um modo de exploração do “novo mundo” à sua volta.

Se o seu cão adulto continua a comer fezes, os principais motivos podem ser:

  • Parasitas gastrointestinais;
  • Dieta pobre nutricionalmente ou a não ingestão de calorias suficientes faz com que o seu cão tenha tendência para se alimentar de fezes de maneira a alimentar-se melhor;
  • Problemas comportamentais como o isolamento, animais confinados a espaços pequenos, ansiedade e stress;
  • Insuficiência pancreática exócrina (IPE) - É uma causa comum para este comportamento, em que o pâncreas não produz enzimas digestivas, e o alimento que está a ser ingerido não é digerido nem os nutrientes são absorvidos que faz com que se acumulem nas fezes e estas se tornem mais apetitosas.

 

Tratamento para a coprofagia?

O plano de ação é perceber o que leva o nosso cão a ter este comportamento. Em caso de dúvida, peça sempre ajuda e acompanhamento médico-veterinário.

  • Mantenha a área limpa onde o seu cão se encontra, incluindo o quintal, para que não haja fezes disponíveis para ele ingerir;
  • Esteja atento durante as caminhadas com o seu cão, lembrando-se que deve sempre apanhar as suas fezes antes que ele as consiga ingerir;
  • Treine o seu cão com um reforço positivo cada vez que defecar de maneira a não apresentar a tendência de ingerir as suas próprias fezes;
  • Realize a desparasitação interna e externa do seu cão regularmente.

Cães com problemas médicos devem ser tratados para tentar corrigir a causa subjacente:

  1. Alterar a dieta para outra mais digerível ou com diferentes fontes de proteína. Os cães com dietas de restrição calórica dão-se melhor com dietas ricas em fibras e altos valores nutricionais;
  2. Adicionando suplementos enzimáticos para melhorar a digestão ou absorção dos nutrientes.
coprofagia no cão

Como evitar a coprofagia

  1. Limitar e prevenir o acesso às fezes tanto quanto possível com limpeza completa e supervisão constante quando seu cão está ao ar livre;
  2. Treinar o seu cão para vir até si para um reforço positivo após a defecação de forma a mantê-lo distraído;
  3. O estilo de vida do seu cão também e importante, certifique-se de que é bem correspondido: faça bastante exercício físico e aumente o seu nível de atividade;
  4. Evite o seu isolamento, dê-lhe o conforto do seu lar;
  5. Altere a dieta do seu cão para uma opção mais digerível e com valores nutricionais melhorados, assim como adicionar suplementos enzimáticos para melhorar a digestão e a absorção dos alimentos;
  6. Uma mudança na dieta pode ser útil se a comida atual do seu animal de estimação não for da melhor qualidade. Mudar para uma dieta rica em fibras também pode ser útil. Se o seu animal está a comer as fezes de outro animal, considere mudar a sua dieta também. Será importante discutir uma mudança na dieta com o seu médico-veterinário para determinar se isso é necessário e obter a opinião sobre as melhores opções dietéticas e como mudar com segurança para um novo alimento;
  7. Evite punições severas ao seu animal de estimação, pois, pode piorar a sua ansiedade e incentivá-los a continuar a comer fezes.

 

O Papel do Médico-Veterinário

Uma visita do seu médico-veterinário pode ajudar a descobrir o problema. Com uma boa anamnese, um questionário completo do histórico e dos sinais do seu animal e a realização exames laboratoriais e fecais, o seu veterinário será capaz de identificar o que está a acontecer e ajudá-lo a decidir o que fazer para manter seu animal de estimação saudável.

Dúvidas?

O seu cão consome fezes e não sabe porquê? Fale connosco e teremos todo o gosto em ajudar.

Marque uma consulta!

Artigos Relacionados

9 Setembro 2021 Doenças Pênfigos Foliáceo

Serviços de Veterinário em Casa

Serviços de SPA Sobre Rodas

Quero marcar um banho ou tosquia ao domicílio
Quero marcar um serviço de Creche Canina
Quero marcar uma consulta em Clínica

Conseguiram tratar da minha pequenina que tinha muito medo, e estando em casa está no seu habitat natural!

Fábio Teixeira
ver vídeo
Fábio Teixeira

Excelente consulta ! A gata precisava de ser vacinada e resolvi o meu problema !

Margarida Franco
ver vídeo
Margarida Franco

Onde atuamos

Oferecemos um serviço veterinário profissional para o seu animal de estimação, no seu ambiente natural: a sua própria casa.
Deslocamo-nos em toda a área de:

Grande Lisboa
Ericeira
Mafra
Margem Sul
Setúbal
Carregado
Samora Correia
Benavente
Grande Porto
Vila Nova de Gaia
Matosinhos
Maia
Póvoa de Varzim
Vila do Conde
Braga
Guimarães
Famalicão
Aveiro
Ovar
Oliveira de Azemeis
SJ Madeira
Lagos
Portimão
Silves
Armação de Pera
Albufeira
Quarteira
Loulé
Faro
Olhão
São Brás de Alportel
Tavira
Algoz
Veterinário ao Domicílio

Fale connosco, nós vamos até si!

Usufrua dos nossos serviços veterinários no conforto da sua casa. Conheça os nossos serviços e marque já!