Marque Connosco
Veterinários Sobre Rodas
Cancro da Pele em Gatos Brancos

No que toca aos gatos brancos, em grande maioria, os seus tutores, consideram que o pelo dos animais é suficiente para os proteger do sol, bem como o fator de permanecerem dentro de casa. 

Gatos de pelo claro, ou gatos brancos, estão consideravelmente expostos aos raios solares, uma vez que as suas peles claras sofrem um maior risco, dado não possuírem pigmentação natural, sendo esta que auxilia na proteção do bloqueio dos raios UV.

As áreas mais vulneráveis são as que têm menos pelo, como as orelhas, nariz, boca, pálpebras e lábios. Os gatos sem pelo, como os da raça Sphynx, também estão muito expostos.

O carcinoma em gatos, também conhecido como cancro da pele, tende a desenvolver-se maioritariamente nestes animais e nos mais idosos.

Trata-se de uma neoplasia maligna, cujo desenvolvimento pode estar relacionado com a exposição ao sol. Animais que passam muitas horas expostos à luz solar, seja por opção ou por falta de abrigo, têm mais probabilidade de desenvolver esta patologia denominada de:

  • Carcinoma espinocelular em gatos;
  • Carcinoma epidermóide;
  • Carcinoma de células escamosas em gatos.

Pode ser devastador para o seu felino ser diagnosticado com cancro da pele, mas muitos tipos se forem diagnosticados precocemente, a probabilidade de um tratamento com sucesso é maior, confira abaixo 5 fatores essenciais:

  • Gatos com pelo branco ou claro e/ou pelo curto ou fino são particularmente propensos ao cancro da pele;
  • Nem todos os tipos de cancro de pele felina são causados pela exposição ao sol, mas é uma das principais causas;
  • As áreas comummente afetadas incluem a pele à volta dos olhos e do nariz e as pontas das orelhas;
  • Manter o seu gato fora da luz solar forte e utilizar creme solar especialmente formulado pode reduzir o risco;
  • Verifique qualquer crescimento suspeito nos seus gatos, pois alguns podem ser fatais sem intervenção precoce.

 

Qual a causa do cancro da pele em gatos? 

A causa mais comum de cancro da pele denominado de carcinoma de células escamosas em gatos é a exposição solar. Isto é particularmente verdade no caso de gatos com pelo branco, um felino com revestimento mais fino ou mesmo sem pelo, como o Sphynx, que são propensos a queimaduras solares.

Também tem havido alguma evidência de uma ligação entre as lambidelas compulsivas e o cancro da pele, uma vez que eventualmente poderá causar danos na pele, colocando os gatos num risco acrescido. É de se referir que alguns tipos de cancros da pele são genéticos.

gato Sphynx em casa

Quais os sintomas de cancro da pele em gatos? 

Os sintomas de cancro da pele em gatos tendem a manifestar-se em certas áreas tais como, face, orelhas, pálpebras e cabeça. Estas áreas têm menos pelos e, consequentemente, ficam mais suscetíveis à ação dos raios solares, não invalidando que as lesões podem ser também encontradas em qualquer outra parte do corpo.

Quando o carcinoma cutâneo em gatos se encontra em fase inicial, é possível notar pequenas feridas, o que por vezes podem ser confundidas facilmente com os atos aventureiros do seu companheiro felino. Porém neste caso, mesmo tratadas com a medicação prescrita pelo médico-veterinário, não cicatrizam.

Este problema de cicatrização é um sinal de alerta e sugere que o ferimento possa não ser apenas uma lesão comum. Adicionalmente podem ser notados outros sinais clínicos, entre eles:

  • Eritemas (a pele fica muito vermelha);
  • Descamação;
  • Alopecia (ausência de pelos);
  • Sangramento da ferida, mesmo quando tratada.

Como os carcinomas são caracteristicamente malignos e particularmente invasivos, é essencial que esta forma de cancro de pele seja diagnosticada e tratada com maior brevidade possível. Os carcinomas cutâneos de células escamosas são tipicamente tumores de crescimento rápido que se tornam maiores com o tempo e resistem à cicatrização.

Alguns gatos podem ter até trinta feridas na sua pele, uma condição chamada doença de Bowen. Ambos os tipos de carcinoma espinocelular podem metástase para outros órgãos.  Os carcinomas de células escamosas são mais vistos em gatos que passam muito tempo ao sol. Os gatos brancos e de cor clara são mais suscetíveis de contrair estes tumores do que outros tipos de gatos. 

 

Como prevenir o cancro da pele em gatos? 

Como tutores de animais sabemos que a prevenção é o melhor caminho para prevenir o cancro da pele em gatos. Tenha em mente os seguintes hábitos de exposição segura ao Sol na sua rotina de cuidados com a saúde do seu pet:

  • Garanta que seu companheiro felino tenha um local coberto, uma sombra, para se abrigar durante todo o dia. Não se esqueça de deixar água fresca;
  • Não permita que este se exponha ao sol em horários considerados perigosos (no pico do calor). Opte por lhe permitir essa exposição no período da manhã ou ao final da tarde;
  • Se este insistir em ficar à janela a tentar aproveitar o sol, chame-o para brincar ou entretenha-o com brinquedos;
  • Passe protetor solar nas áreas com menos pelo, para ajudar a evitar os danos causados pelo sol;
  • Tenha especial atenção se o seu felino for branco ou tiver pouco pelo;
  • Fique atento a qualquer lesão que surja, principalmente nas orelhas, face e cabeça.

Caso detete alguma destas situações, deverá consultar de forma imediata o seu médico veterinário, onde será feito um diagnóstico baseado num exame físico, no histórico do animal e análise das lesões detetadas. É possível que o médico-veterinário indique a realização de uma biópsia e de exames citológicos e histopatológicos.

 

O sol e os gatos

Por ter menos melanina, o gato branco fica naturalmente mais vulnerável aos riscos dos raios solares e, consequentemente, às doenças de pele, entre elas o cancro da pele. Contudo e não descurando os riscos, vamos falar dos benefícios do sol e os gatos.

Para começar, os gatos são felinos domesticados que procuram zonas quentes, sejam elas dentro ou fora de casa. Como mamíferos, procuram instintivamente manter a sua temperatura corporal e não há nada mais fácil do que refugiar-se no calor proporcionado pelo sol.

Assim, o primeiro benefício é precisamente a regulação da temperatura corporal. A temperatura corporal dos gatos, como a de todos os mamíferos, é reduzida quando estão a dormir porque, como o corpo está parado e relaxado, não se queimam calorias e não se gasta energia. Para compensar a diferença de temperatura enquanto estão quietos, procuram sempre o calor nas zonas quentes da casa ou na luz direta do sol.

O segundo benefício é o mesmo que o proporcionado pelo sol para os seres humanos: vitamina D. Contudo, a grande diferença é que foi demonstrado que o pelo dos gatos funciona como uma espécie de proteção contra os raios ultravioleta, pelo que a quantidade de vitamina D que interfere com os seus corpos é mínima em comparação com a de outros seres vivos. 

Sabendo tudo isto, o sol é realmente bom para os gatos? Sim, mas - e sublinhamos o mas - como no caso dos humanos, deve ser feito com moderação. Os gatos podem sempre procurar calor aos pés da cama, por exemplo, ou noutras áreas da casa, mas a sua exposição solar deve ser regulada. Os gatos também podem sofrer de calor, insolação, queimaduras, dermatites ou, em casos mais graves, carcinomas celulares escamosos, ou seja, cancros de pele em gatos.

Reconhece estes sintomas?

Se desconfia que o seu gato possa sofrer de carcinoma, não espere mais. Fale connosco!

Marque uma consulta!

Artigos Relacionados

Serviços de Veterinário em Casa

Serviços de SPA Sobre Rodas

Quero marcar um banho ou tosquia ao domicílio
Quero marcar um serviço de Creche Canina
Quero marcar uma consulta em Clínica

Conseguiram tratar da minha pequenina que tinha muito medo, e estando em casa está no seu habitat natural!

Fábio Teixeira
ver vídeo
Fábio Teixeira

Excelente consulta ! A gata precisava de ser vacinada e resolvi o meu problema !

Margarida Franco
ver vídeo
Margarida Franco

Onde atuamos

Oferecemos um serviço veterinário profissional para o seu animal de estimação, no seu ambiente natural: a sua própria casa.
Deslocamo-nos em toda a área de:

Grande Lisboa
Ericeira
Mafra
Margem Sul
Setúbal
Carregado
Samora Correia
Benavente
Grande Porto
Vila Nova de Gaia
Matosinhos
Maia
Póvoa de Varzim
Vila do Conde
Braga
Guimarães
Famalicão
Aveiro
Ovar
Oliveira de Azemeis
SJ Madeira
Lagos
Portimão
Silves
Armação de Pera
Albufeira
Quarteira
Loulé
Faro
Olhão
São Brás de Alportel
Tavira
Algoz
Veterinário ao Domicílio

Fale connosco, nós vamos até si!

Usufrua dos nossos serviços veterinários no conforto da sua casa. Conheça os nossos serviços e marque já!