Marque Connosco
Veterinários Sobre Rodas
Praganas - Perigo Iminente

Praganas ou espigas são uma parte das plantas gramíneas, que facilmente se separam dos seus caules, servem para disseminar as suas sementes, e assim, reproduzir-se. A época do ano em que estas plantas crescem é na primavera/verão sendo por isso quase considerado um problema sazonal. Em forma de dardo, arpão ou “barbas” triangulares, podem facilmente ficar aderidas ou perfurar a pele/pelo dos nossos patudos.

Seja cão ou gato, todos os patudos são predispostos a esta situação, embora os animais de pelo longo terem esta problemática mais comummente. Diferentes sintomatologias podem ser identificadas, dependendo da zona do corpo onde as espigas ficarem cravadas.

Por vezes o próprio tutor pode retirar as praganas do pelo ou pele (se saírem inteiras), mas pode ser necessário intervenção médica. Devido ao seu formato, se se introduzirem em profundidade e sendo a sua progressão sempre feita na mesma direção, a sua remoção pode ser complicada e até necessitar de cirurgia.

 

Sinais de Alerta com Praganas

Vários sinais podem aparecer se uma pragana se alojou num local indesejado. Consoante o local, os sinais podem ser:

  • Ouvidos – dor aguda, sacudir muito a cabeça, coçar, inclinar a cabeça, roçar o ouvido no chão;
  • Patas (principalmente as zonas interdigitais e axilas) - Dor, claudicação, aumento da temperatura local, aumento do tamanho local, abcesso, lambedura exagerada;
  • Olhos – desconforto, olho fechado, inchaço local, lacrimejar exuberante, piscar muito o olho, coçar o olho;
  • Narinas – espirros, hemorragia nasal;
  • Ingestão – vómitos, tosse, engasgo, prostração. Se não der a devida atenção a estes sinais clínicos podem ocorrer situações urgentes e até de perigo de vida. Rutura de tímpanos, abcessos nos membros, cegueira, problemas pulmonares graves e até paralisia, são das patologias mais graves se não estivermos atentos.
Gato praganas

Como prevenir as praganas

Uma prevenção muito eficaz é, obviamente, não passear o seu cão em zonas com este tipo de ervas. Se não tem alternativa, então escove bem o seu animal após passeio para ter a certeza que não tem espigas indesejadas no pelo ou pele, dando enfase as patas (zonas interdigitais), axilas e orelhas.

Animais de pelo comprido devem ter precauções redobradas.mSe encontrou alguma espiga, certifique-se que a retira na totalidade, se já estiver muito “enterrada” é necessário ir ao seu médico veterinário.

Dúvidas?

Acha que pode haver uma surpresa no seu animal? Ligue-nos! Vamos até ao conforto de sua casa ajudá-lo!

Marque uma consulta!

Artigos Relacionados

9 Novembro 2020 Doenças Doença Periodontal

Serviços de Veterinário em Casa

Serviços de SPA Sobre Rodas

Quero marcar um banho ou tosquia ao domicílio
Quero marcar um serviço de Creche Canina
Quero marcar uma consulta em Clínica

Conseguiram tratar da minha pequenina que tinha muito medo, e estando em casa está no seu habitat natural!

Fábio Teixeira
ver vídeo
Fábio Teixeira

Excelente consulta ! A gata precisava de ser vacinada e resolvi o meu problema !

Margarida Franco
ver vídeo
Margarida Franco

Onde atuamos

Oferecemos um serviço veterinário profissional para o seu animal de estimação, no seu ambiente natural: a sua própria casa.
Deslocamo-nos em toda a área de:

Grande Lisboa
Ericeira
Mafra
Margem Sul
Setúbal
Carregado
Samora Correia
Benavente
Grande Porto
Vila Nova de Gaia
Matosinhos
Maia
Póvoa de Varzim
Vila do Conde
Braga
Guimarães
Famalicão
Aveiro
Ovar
Oliveira de Azemeis
SJ Madeira
Lagos
Portimão
Silves
Armação de Pera
Albufeira
Quarteira
Loulé
Faro
Olhão
São Brás de Alportel
Tavira
Algoz
Veterinário ao Domicílio

Fale connosco, nós vamos até si!

Usufrua dos nossos serviços veterinários no conforto da sua casa. Conheça os nossos serviços e marque já!